segunda-feira, 12 de maio de 2008

Você ficou excitado só de olhar para ela?
Mas eu duvido que não vá sentir falta de uma “boa trepada”.
Você é uma farsa. Você não é isso que mostra ser. Que pena que sinto.
Ela? Ela tem um ar que logo dá enjôo. Tenho vontade de humilhá-la. Mostrar que sou melhor, e que ela não passa de uma garota sem graça, com uma vida pacata, em um lugar detestável. Escutar você dizer que ela é doce, é de dar nojo. Tenho vontade de vomitar, e colocar os dois nos seus devidos lugares, que é baixo. Estou torcendo muito, para que esse perfeitinho namoro dê certo. Para que vocês tenham uma casa, filhos e cachorros.
Vidinha de merda.
Duvido que você consiga ficar ao lado dela por muito tempo. Duvido que vá esquecer nossos porres, o sexo, e as brigas. Já contou a ela como transávamos? Sobre as minhas pernas que tremiam, quando seu corpo se encaixava ao meu? E como eu lhe deixava suado, excitado? O jeito meigo dela me irrita completamente. E de certo, você seria feliz com ela. Essa “coisinha” não seria nem ao menos capaz, em despertar uma ponta de ciúmes em você. Porque por mais idiotas que sejam os seus amigos, eles devem saber que ela é “um nada” comparando-se a mim. Coitada. Tão desinteressante. Simpática. E esse sorriso estúpido? Ela sabe mentir? Ela teria coragem de masturbá-lo dentro de um ônibus? Mas é isso que você quer, não é? Uma quase virgem Maria. Mas talvez, você consiga transforma-la em uma putinha insaciável, como eu. Sejam um belo e perfeito casal. Porque é no inferno que eu quero estar. Danem-se.

7 comentários:

teo netto disse...

potz! perfeito.
vou add seu blog no meu.
um abraço

Paixão, M. disse...

acabei de escrever um texto e vim aqui ler o seu. COm certeza não é algo que Maria Cândida diria, rs..

Você é muito eloqüente, Mi. Isso aí me lembra Bukowsky.

Um beijão!

Fagner disse...

Caramba!
Tive a impressão de estar lendo Rubem fonseca.
Perfeito!
Vou colocar um link para o teu blog lá no segunda leitura. Abraços!

Luiza M. disse...

Eu não escrevo, kamila, trasnbordo!

Seus textos são fortes, também. Meu blog começou parecido com o seu, sofrido com o fim de um relacionamento. Bato palmas pra você por não ter questionado seu comportamento e não ter tentado se polir prum joãozinho qualquer. Não tive a mesma força de espírito. Mas o inferno durou menos de um mês; não é inferno. É esgoto sujo onde eu sei que a gente gosta de repousar. Faz bem em voltar pra casa.

daniel. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
daniel. disse...

realmente de tirar o folêgo e esquentar as coisas... verdades sujas e cruas, sem concessões...me agrada a idéia de que tudo isso é verdade..ou não?..segredos do escritor.

Leandro Ravaglia disse...

Adooooooooro mulher braba...